Loading...

Florbela Espanca-Ser Poeta

Quadro dedicado à Poesia. É obrigatório mencionar o Autor
  • Advertisement

Florbela Espanca-Ser Poeta

Mensagem

Florbela Espanca-Ser Poeta



:1037: :1037: :1037:

Mensagem Author: Marilu » 13 jun 2010, 20:56



  Gostar no Facebook:
  
Imagem
Avatar do Utilizador
Marilu
Moderador
 
Mensagens: 1948
Gostas de: 19 posts
Teus gostam de: 7 posts
Registado: 22 mar 2009, 13:14

Partilhar no:

Facebook Partilhar no Twitter Twitter Partilhar no Google+ Google+

Advertisement

Re: Florbela Espanca-Ser Poeta

Mensagem

A noite desce

Como pálpebras roxas que tombassem
Sobre uns olhos cansados, carinhosas,
A noite desce... Ah! doces mãos piedosas
Que os meus olhos tristíssimos fechassem!

Assim mãos de bondade me embalassem!
Assim me adormecessem, caridosas,
E em braçadas de lírios e mimosas,
No crepúsculo que desce me enterrassem!

A noite em sombra e fumo se desfaz...
Perfume de baunilha ou de lilás,
A noite põe-me embriagada, louca!

E a noite voi descendo, muda e calma...
Meu doce Amor, tu beijas a minhalma
Beijando nesta hora a minha boca!


Florbela Espanca

Mensagem Author: Marilu » 30 abr 2012, 19:14



  Gostar no Facebook:
  
Imagem
Avatar do Utilizador
Marilu
Moderador
 
Mensagens: 1948
Gostas de: 19 posts
Teus gostam de: 7 posts
Registado: 22 mar 2009, 13:14

Partilhar no:

Facebook Partilhar no Twitter Twitter Partilhar no Google+ Google+

Re: Florbela Espanca-Ser Poeta

Mensagem

Eu


Eu sou a que no mundo anda perdida,
Eu sou a que na vida não tem sorte,
Sou a irmã do sonho, e desta sorte,
Sou a crucificada...a dolorida...

Sombra de névoa ténue e esvaecida,
E que o destino amargo, triste e forte,
Impele brutalmente para a morte!
Alma de luto sempre incompreendida!...

Sou aquela que passa e ninguém vê...
Sou a que chamam triste sem o ser...
Sou a que chora sem saber porquê...

Sou talvez a visão que Alguém sonhou,
Alguém que veio ao mundo pra me ver
E que nunca na vida me encontrou!

Florbela Espanca, Livro de Mágoas

Mensagem Author: Marilu » 03 mai 2012, 18:35



  Gostar no Facebook:
  
Imagem
Avatar do Utilizador
Marilu
Moderador
 
Mensagens: 1948
Gostas de: 19 posts
Teus gostam de: 7 posts
Registado: 22 mar 2009, 13:14

Partilhar no:

Facebook Partilhar no Twitter Twitter Partilhar no Google+ Google+

Re: Florbela Espanca-Ser Poeta

Mensagem

Soneto VII


São mortos os que nunca acreditaram
Que esta vida é somente uma passagem,
Um atalho sombrio, uma paisagem
Onde os nossos sentidos se poisaram.

São mortos os que nunca alevantaram
De entre escombros a Torre de Menagem
Dos seus sonhos de orgulho e de coragem,
E os que não riram e os que não choraram.

Que Deus faça de mim, quando eu morrer,
Quando eu partir para o País da Luz,
A sombra calma de um entardecer,

Tombando, em doces pregas de mortalha,
Sobre o teu corpo heróico, posto em cruz,
Na solidão dum campo de batalha!

Florbela Espanca

Mensagem Author: Marilu » 03 mai 2012, 18:36



  Gostar no Facebook:
  
Imagem
Avatar do Utilizador
Marilu
Moderador
 
Mensagens: 1948
Gostas de: 19 posts
Teus gostam de: 7 posts
Registado: 22 mar 2009, 13:14

Partilhar no:

Facebook Partilhar no Twitter Twitter Partilhar no Google+ Google+

Voltar para Sessões de Poesia

Quem está ligado:

Membros ligados: sergiopratas

Siga-nos:  Facebook   Twitter   Google+
Desenvolvido por phpBB® Forum Software © phpBB Group